três gargantas não é a maior do mundo em todos os quesitos

A Usina Hidrelétrica de Três Gargantas (localizada no rio Yang-tsé, na China) foi inaugurada em 2012, após um longo período de amadurecimento do projeto e de construção, e seus números são todos surpreendentes. Seu reservatório, por exemplo, tem capacidade para quase 40 quilômetros cúbicos de água e, quando cheio, pode atrasar a duração do dia terrestre em 0,06 segundo.

A Usina Hidrelétrica de Três Gargantas foi considerada muitas vezes como sendo a maior usina hidrelétrica do mundo, principalmente durante a fase de amadureci mento do projeto e durante a construção da barragem e da casa de máquinas, quando suas características ainda não eram de domínio público.

A usina está localizada na localidade de Sandouping, distrito de Yiling, província de Hubei, na região centro-sudeste da China. A construção foi iniciada em dezembro de 1994 e as primeiras turbinas entraram em operação em 2003. Seus objetivos, além da geração de energia, incluem também o controle de cheias e a navegação.

A usina pode ser vista no Google Maps em goo.gl/maps/TiK4RjcS1c72.

Seus números são realmente impressionantes.

A barragem foi construída no rio Yang-tsé e tem altura de 181 metros e comprimento de 2.335 metros. A barragem tem 40 metros de largura em sua crista e 115 metros de largura em sua base. O vertedouro da barragem, uma estrutura de segurança, tem capacidade para 116.000 metros cúbicos por segundo.

Essa figura ilustrativa acima mostra a barragem com o reservatório cheio. Na parte central da barragem está o vertedouro (nessa imagem, vertendo). Há uma casa de máquinas à direita do vertedouro, albergando pouco mais da metade das turbinas, e outra à sua esquerda. Mais à direita encontram-se os dois canais de navegação; um menor e mais curto, para embarcações de até 3.000 toneladas; o outro mais longo, para embarcações maiores, até 10.000 toneladas.

A construção da barragem configurou um enorme reservatório, com capacidade para 39,3 quilômetros cúbicos de água. Esse reservatório será completamente preenchido apenas em períodos de cheia. Estando cheio, o que deve acontecer apenas em alguns anos (e ainda não aconteceu!), o reservatório ocupará uma superfície de 1.084 quilômetros quadrados. Quando cheio, o reservatório atingirá uma extensão total ao longo do leito do rio de cerca de 600 quilômetros.

A casa de máquinas é composta por 32 turbinas do tipo Francis, cada uma com capacidade de 700 MW, mais duas menores, também Francis, de 50 MW. A altura de queda sobre a casa de máquinas varia entre 80,6 metros e 113,0 metros, com um fator de capacidade de 45%. Essa variação ocorre porque o reservatório gerará máxima energia apenas quando o reservatório estiver cheio, nos anos de cheias, gerando uma energia média bastante inferior em outros anos.

A capacidade de geração média anual de energia é de 87 TWh.

Essa imagem do Google Maps mostra a barragem e a área alagada logo a montante da barragem. É uma região com muitas áreas “verdes” onde se percebe o desmata mento na região onde a barragem foi instalada. A barragem aparece na parte central, mais para baixo e à direita. O lago formado pela barragem se estende a montante, aparecendo nessa imagem ainda abaixo de sua cota máxima.

Comparando com a usina hidrelétrica brasileira de Itaipu (que pode ser vista em goo.gl/maps/bvU2Zrtuoay), o lago formado pela barragem de Três Gargantas é mais “encaixado”, ocupando uma área menor mas podendo reservar uma quantidade maior de água. Em Itaipu, o reservatório ocupa uma área de cerca de 1.350 quilômetros quadrados com capacidade para 29 quilômetros cúbicos.

Comparando, ainda, a barragem de Itaipu é maior que a de Três Gargantas, consequência também do reservatório desta ser mais “encaixado”. A barragem de Itaipu tem 196 metros de altura (contra 181 metros) e tem 7.919 metros de comprimento (contra “apenas” 2.335 metros). Além disso, o vertedouro de Itaipu foi dimensionado para 62,2 metros cúbicos por segundo. A barragem de Itaipu tem, entretanto, apenas a função de geração de energia.

Por fim, comparando as casas de máquinas, a de Itaipu conta com 20 turbinas Francis, totalizando uma potência nominal de 14.000 GW, bastante inferior que a capacidade instalada em Três Gargantas que é de 22.500 GW. Entretanto, a usina chinesa fornecerá essa energia apenas em períodos de cheia, apresentando um fator de capacidade em torno de 45%, contra 73% apresentados por Itaipu. A produção média anual é da ordem de 87,0 TWh, contra 89,5 TWh produzidos por Itaipu.

Este texto também foi publicado (parcialmente) pela seção dedicada à tecnologia do blogue português três gargantas não é a maior do mundo em todos os quesitos.